Projetos Labs. Centrais

LABORATÓRIOS CENTRAIS. Projetos em Andamento

:: Projeto: Ensaios Inter-laboratoriais para padronização de metodologias

Objetivo: O projeto tem objetivo à realização de ensaios Inter-laboratoriais para padronização de metodologias e ensaios nos laboratórios que compõe a Rede.  No momento, a Rede está finalizando a implantação de 5 testes em seus Laboratórios Centrais e a expectativa é de que, em um curto espaço de tempo, tais metodologias já estejam disponíveis para o setor industrial e acadêmico:

  1. Ensaio de Citotoxicidade para Estimar a Dose Inicial para Ensaios Sistêmicos de Toxicidade Oral Aguda – OECD Guideline 129;
  2. Ensaio de Opacidade e Permeabilidade da Córnea de Bovinos para identificação de substâncias que produzam corrosão ou forte irritação ocular (BCOP, BovineCornealOpacityandPermeability) – OECD Guideline 437;
  3. Ensaio de Fototoxicidade (3T3-NRU-UV, fotossensibilização através da captação de vermelho sob ação de luz ultravioleta) para sensibilização dérmica – OECD Guideline 432;
  4. Teste de Ativação de Monócitos (MAT) – Farmacopeia Europeia;


:: Projeto: “Chamada para seleção de propostas de testes in silico voltados à predição de propriedades toxicológicas e farmacocinéticas de pequenas moléculas naturais ou sintéticas, candidatas a fármacos e cosméticos”

Objetivo: O edital disponibilizou, para empresas e instituições de pesquisa públicas ou privadas, simulações computacionais para análise de substâncias com potencial terapêutico e/ou cosmético. Trata-se de métodos de bioinformática que preveem atividades biológicas, efeitos tóxicos, biodisponibilidade por via oral e possíveis interações moleculares. Os dados obtidos nestes testes possibilitam a seleção das melhores moléculas candidatas a fármacos ou cosméticos. Com isso, substâncias pouco viáveis podem ser excluídas do processo de pesquisa, reduzindo o tempo, os investimentos e os testes em animais requeridos ao desenvolvimento de novos produtos.


:: Projeto: “Estabelecimento de linhagens geneticamente modificadas por vetores virais para desenvolvimento de ensaios in vitro com alvo de reduzir ou substituir a experimentação em animais”

Objetivo: O projeto tem como objetivo o desenvolvimento de linhagens celulares geneticamente modificadas para a geração de uma plataforma inicial de triagem em que substâncias com efeitos citotóxicos indesejáveis sejam descartadas do processo de desenvolvimento de novas moléculas, eliminando ou reduzindo a necessidade de experimentos em animais.


:: Projeto: “Cultivo de tecidos humanos para testes farmacológicos e toxicológicos (Humanon a Chip)”

Objetivo: Este projeto tem como meta o estabelecimento no país de tecnologia baseada no cultivo tridimensional que permite cultivar os tecidos que formam as unidades funcionais dos órgãos em microchips controlados por computador. Esses chips permitem simular de forma mais acurada as condições do meio interno incluindo: temperatura, pH, pO2, pCO2, os nutrientes glicose, aminoácidos e lipídeos, além de fatores humorais tróficos e de crescimento. Os chips possuem vias de difusão micro fluídicas que permeiam os tecidos à semelhança dos capilares sanguíneos e permitem o cultivo tridimensional com contato intercelular e tração mecânica, responsáveis em parte pela morfologia tissular8. Essas características proporcionam uma melhor simulação das condições in vivo e supostamente levam a um padrão de resposta da preparação mais semelhante ao fisiológico. 


:: Projeto: “Validação do método HET-CAM como alternativa ao teste in vivo de irritação ocular de Draize”

Objetivo: Este projeto tem como principal meta a validação do método HET-CAM (do inglês;Hen’sEgg Test ChorioallantoicMembrane) ganha evidência. Este método baseia-se na avaliação de alterações vasculares ocorridas na membrana cório-alantóide de ovos embrionados de galinha quando expostas a uma substância teste. A substância teste é colocada em contato com a membrana e em seguida as lesões são observadas e graduadas segundo escala pré-determinada. Este é um método simples, rápido e de baixo custo, usado em alguns países como screeninge com a finalidade de avaliar o grau de irritabilidade induzida por diferentes substâncias.